Semana de Prevenção contra a Leishmaniose

Categoria: Saúde

Autor(a): Jornalismo Top.Co. | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas | 25/11/2013 - 10:24

População de seis cidades brasileiras recebe teatro e cinema itinerante gratuitos durante evento
Foto Meramente ilustrativa: Divulgação Semana de Prevenção contra a Leishmaniose

Foto Meramente ilustrativa: Divulgação Semana de Prevenção contra a Leishmaniose

Leitores da Cães Amigos, de 3 de maio a 18 de junho de 2010, as cidades de Campinas-SP, Recife-PE, Belo Horizonte-MG, Brasília-DF, Campo Grande-MT e São José do Rio Preto-SP recebem o projeto cultural itinerante Circuito Estradafora – Caravana Intervet/Schering-Plough, criado pela ONG Teatro de Tábuas, com patrocínio da Intervet/Schering-Plough Animal Health, por meio da Lei Rouanet. A ação faz parte da Semana de Prevenção à Leishmaniose, que tem como objetivo promover o lazer, a educação e o acesso à cultura, além de levar informações e conscientizar a população sobre a Leishmaniose Visceral, doença de grande importância para a saúde pública por se tratar de uma zoonose de alta letalidade.

O projeto destaca-se por utilizar uma carreta-teatro de 15 metros, com capacidade para acomodar 150 espectadores sentados, com todo o conforto tecnológico de uma sala cultural convencional, com ar-condicionado, palco, iluminação, sonorização, projetor e tela. A carreta-teatro ficará em cada cidade por quatro dias e oferecerá duas sessões de teatro e duas de cinema por dia, gratuitamente para crianças de escolas públicas e privadas, com idade entre 6 e 14 anos. No período de circulação da carreta-teatro nas seis cidades brasileiras, em torno de 15 mil pessoas participarão das 96 sessões.

Especialmente desenvolvida para mostrar a importância da saúde na interação homem-animal, abordando especificamente a Leishmaniose Visceral, a peça teatral “O Fim da Picada” apresentará de forma lúdica, por meio de bonecos, um tema de grande importância para a população. “Nosso objetivo é divulgar, através de ações culturais, a necessidade de se cuidar dos pets (cães, gatos, etc), a importância que eles têm no convívio familiar, além de promover as formas de prevenção contra a Leishmaniose. Queremos alertar, e nada melhor do que o teatro e o cinema para falar com as crianças”, ressalta a gerente de Produtos da Intervet/Schering-Plough, Andrea Bonates. E acrescenta: “As crianças são os agentes de transformação dentro da família. Elas adquirem o conhecimento, repassam para seus familiares e ainda fiscalizam se eles estão fazendo corretamente.”

Além da peça teatral, haverá duas sessões de cinema, com os filmes Up Altas Aventuras e Os Thornberrys – O Filme.

Ao final de cada atividade, as crianças levarão para casa um material explicativo sobre a doença e as formas de prevenção.

Veterinário cidadão
Durante as atividades da Semana de Prevenção à Leishmaniose, a Intervet/Schering-Plough Animal Health realizará uma ação específica para os médicos veterinários e estudantes da área de cada região, com o objetivo de criar um sistema de valorização, fidelização e reconhecimento desses profissionais.

Por meio do site www.veterinariocidadao.com.br, os profissionais e estudantes poderão acessar as informações sobre as diversas doenças que acometem a saúde homem-animal e baixar os arquivos para a realização de palestras. A expectativa é de alcançar 1.800 crianças de escolas, comunidades e instituições sem fins lucrativos.

A gerente de Produtos da Intervet/Schering-Plough, Andrea Bonates, explica que os profissionais atuarão como multiplicadores, transmitindo informações de prevenção e educação para a saúde. Todos que atuarem e registrarem suas ações receberão uma certificação de “Veterinário Cidadão” e os melhores desempenhos serão premiados, além de ter suas ações divulgadas em veículos do segmento. “É uma maneira de valorizar a categoria profissional junto à sociedade, atribuindo valores de cidadania, participação social e missão educacional, através da promoção da saúde homem-animal”, finaliza Bonates.

A Leishmaniose Visceral
A Leishmaniose Visceral, também conhecida como calazar, é uma doença de grande importância para a saúde pública por se tratar de uma zoonose de alta letalidade. É transmitida, principalmente, através da picada de um mosquito conhecido popularmente como “mosquito-palha”. O cão tem um importante papel na manutenção da doença no ambiente urbano, visto que pode permanecer sem sintomas mesmo estando doente.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Leishmaniose Visceral registra anualmente 500 mil novos casos humanos no mundo com 59 mil óbitos. Quando não tratada, pode evoluir para óbito em mais de 90% das ocorrências. Na América Latina, ela já foi detectada em 12 países e, destes, cerca de 90% dos casos acontecem no Brasil, onde, em média, 3.500 pessoas são infectadas e o número de óbitos é de aproximadamente 200, anualmente.

Atitudes simples, como a limpeza de quintais com a remoção de fezes e restos de folhas e frutos em decomposição, por exemplo, ajudam a combater a doença, uma vez que o mosquito que a transmite ao cão e ao homem coloca os ovos em locais ricos em matéria orgânica. Donos de cães também devem utilizar medidas que diminuam o risco de o cão se infectar, como, por exemplo, o uso da coleira impregnada de deltametrina a 4%, recomendada pela OMS como forma de controle da doença.

Confira a programação:

Campinas-SP
De 3 a 7 de maio de 2010
Local: Objetivo Campinas, unidade Barão Geraldo
End.: R. João Pedroso, 265

Recife-PE
De 10 a 14 de maio de 2010
Local: Centro de Esportes Santos Dumont
End.: Rua Almirante Nelson Fernandes, s/n
Praia Boa Viagem

Belo Horizonte-MG
De 17 a 21 de maio de 2010     
Local: Lagoa do Nado
End.: Rua Ministro Hermenegildo de Barros, 904

Brasília-DF
De 24 a 28 de maio de 2010
Local: FUNARTE
End.: Eixo monumental - Setor de divulgação Cultural, lote 2

Campo Grande-MS
De 7 a 11 de junho de 2010
Terreno do Colégio MACE
Rua Rui Barbosa, nº 2.042 – Centro
(ao lado do quarteirão da MACE)

São José do Rio Preto-SP
De 14 a 18 de junho de 2010
Local: Rio Preto Shopping Center   
End.: Av. Brigadeiro Faria Lima, 6363