Como cuidar do cão no tempo seco?

Categoria: Saúde

Autor(a): Divulgação | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas - SP | 06/10/2014 - 15:31

O tempo seco e mudança climática do inverno para o verão pela qual estamos passando merece atenção tanto para a saúde humana quanto para a dos bichinhos
Foto Meramente ilustrativa: Divulgação

Foto Meramente ilustrativa: Divulgação

Quando o tempo está seco, ouvimos muito que devemos ter diversos cuidados com a saúde para não sofrermos com os males bastante comuns, como as doenças respiratórias. Mas não são somente os humanos que estão sujeitos a esses problemas. Os animais de companhia também precisam de cuidados especiais no tempo seco e, por isso, os tutores devem ficar atentos aos pequenos sinais. 

“É muito importante que os animais que já sofrem de alguma doença respiratória sejam levados ao veterinário durante o tempo seco. O profissional analisará se é necessário alterar a medicação ou tomar outros cuidados”, diz Luis Leon Cyon, diretor do Koala Hospital Animal, que também dá dicas sobre inalação. “Muitos tutores ainda têm dúvidas se o processo de inalação é bom ou não para os bichos. E sim, esse procedimento pode ser feito tranquilamente, somente com soro fisiológico, já que umidifica a traqueia e os brônquios, facilitando a respiração do animal”.

 

Dicas importantes para tempo seco e quente

1. Troque a água do cãozinho diversas vezes para que ela esteja sempre fresca. Há produtos específicos para cães e gatos que também podem ajudar na hidratação. Pergunte ao veterinário qual o item mais indicado para o seu pet.

2. Cubos de gelo puro ou com suco de melancia ou melão, por exemplo, podem ser bons brinquedos para o bicho, que se diverte e se hidrata ao mesmo tempo.

3. Leve o seu bichinho para o banheiro durante o banho. O vapor úmido ajuda o animal a respirar. Outra atitude que faz diferença é deixar toalhas molhadas perto de onde o pet dorme, pois a água evapora e umedece o ar.

4.Coloque bacias com água em alguns locais da casa. 

5. Os passeios devem ocorrer antes das 11h ou depois das 16h, pois nestes horários o sol está mais fraco. Os exercícios também devem ser diminuídos para evitar a desidratação. E não se esqueça de levar mais água nesses dias.

6. Outra preocupação é a gripe canina, portanto, mantenha a vacinação do seu peludo em dia. Caso perceba alguns sintomas, como espirros, tosses, gotejamento nasal e olhos lacrimejantes, leve-o imediatamente ao médico veterinário.