A gravidez das cachorrinhas exige cuidados especiais

Categoria: Saúde

Autor(a): Marcelo Quinzani | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas - SP | 05/02/2014 - 16:44

O período de gestação dos pets é delicado e envolve a família inteira emocionalmente. Fique ligado nas dicas e promova uma gravidez tranquila para a sua cadelinha.
Foto meramente ilustrativa:  ©iStockphoto.com/phbcz

Foto meramente ilustrativa: ©iStockphoto.com/phbcz

O período de gestação das cadelinhas é muito especial para os tutores dos peludos, que se envolvem financeira e emocionalmente para o bem-estar do seu bichinho e também dos futuros filhotinhos. No entanto, muitas pessoas têm dúvidas em relação à reprodução dos cães. Sabemos que se trata de um período muito importante e que é necessário tomar diversos cuidados para garantir que tudo saia como o planejado. Por isso, fique ligado nas dicas a seguir.  
 
Cuidados em geral
A primeira providência a ser tomada é certificar-se de que a saúde da fêmea, que entrará em fase de reprodução, esteja em dia. Assim, ela deve estar:
·      Vacinada;
·      Vermifugada;
·      Bem nutrida.
 
Seleção do parceiro
Quando há a seleção do parceiro, devemos nos orientar a partir das características dos cãezinhos. O ideal é sempre escolher um cachorro da mesma raça (tamanho), que também deve estar com a saúde em dia.
Além disso, devem ser avaliadas doenças familiares, sejam elas pré-existentes ou aquelas mais predispostas à raça. Neste caso alguns exames de sangue e de imagens, por exemplo, o RX para displasia, devem ser considerados.
Alguns animais apresentam dificuldades em se reproduzir. E, para solucionar este tipo de problema, já existe a possibilidade da inseminação artificial. Embora as chances de conseguir uma gestação sejam menores do que no processo natural, o procedimento não traz problema para o pet.
Por outro lado, a reprodução não é recomendada para todos os animais de companhia. Famílias com histórico de doenças como displasia coxofemoral, diabetes, câncer de mama, epilepsia, rins policísticos e sarna demodécica não devem ser colocados para reprodução, pois podem ser transmitidas de pais para filhos.
Também se deve evitar o procedimento em animais com doenças pré-existentes, assim como em cachorras e gatas com mais de oito anos de idade, que podem apresentar problemas de gestação e parto mesmo estando saudáveis.
Se você está pensando em cruzar o seu melhor amigo, lembre-se de levá-lo ao veterinário. Assim, ele poderá te guiar para obter uma reprodução mais segura. 
 
Marcelo Quinzani

Médico-veterinário e diretor clínico do Grupo Pet Care de Hospitais Veterinários 

Warning: file_get_contents(http://urls.api.twitter.com/1/urls/count.json?url=http://www.caesamigos.com.br/materias/ler-materia/161/a-gravidez-das-cachorrinhas-exige-cuidados-especiais): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 400 Bad Request in /home/caesamigos/www/admin/inc/pulo.funcoes.php on line 8

Notícias relacionadas